• Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
Follow Us
Search By Tags
Please reload

Recent Posts

Imamato e o Oitavo Imam Ali Al-Reda (as)

July 24, 2018

1/10
Please reload

Featured Posts

Degradação dos valores femininos na sociedade moderna e o exemplo vivo e atual de Fátima Az-Zahra (S.A.)

 

A frente de todas as mulheres a presença incomparável de nosso comandante Fátima Az-Zahra (S.A.) Sayyidat-un-Nisa al-'Alamín (A senhora de todas as mulheres do universo). 
 

Ela renunciou as coisas e ao mundo escuro da matéria comum, para imergir no mundo do espírito, (tendo a prática de adoração a Allah, como uma chave para entrar no paraíso) 


Havia bebido as sábias palavras de seu pai, que sempre disse a ela e Ali: “Nós não somos deste mundo" (Ajirat) . 
 

Isolada do mal e muito embrenhada na sua " sirata lazina " Fatima a iluminada, elevou sua própria luz e se destacou como a senhora de todas as mulheres do mundo por seu conhecimento, fé, bondade, coragem e tantas outras características dos crentes, bem como a paciência em Allah e a bondade para com os seres por ele criados . Ela podia curar com as mãos e tinha muitos outros dons especiais.

 

Verdadeiro exemplo de virtudes perfeitas e sem ego, sem o "eu mesmo." Alguém que vive em outra dimensão da consciência humana comum, alguém que vive longe da maldade do mundo. Alguém perfeito puro e bom. Tudo o que a sociedade de consumo e destruição dos valores humanos mais verdadeiramente odeia e teme é exatamente isso.

A degradação dos valores femininos na sociedade moderna foi planejada por mentes sinistras e tem como interesse desestabilizar a natureza divina, para impor o mundo escuro de shaiton. Um mundo de tirania, opressão, pobreza e dor. Um mundo onde as sementes são transgênicas e aves nascem sem penas para facilitar abate em nome dos interesses dos vis assassinos da humanidade.


A pureza e castidade das mulheres fere como uma espada a sociedade decadente construída sobre as fundações das paixões mundanas e da usura.


As virtudes femininas visam colaborar na transformação da sociedade em sua transição para uma sociedade com valores espirituais.

 
Educar as gerações futuras baseando-se no livro sagrado e em valores Islâmicos

 
O ISLAM deixou para trás a djahilia (ignorância), a barbárie, a escuridão da usura na qual foi baseada a sociedade de injustiça e desigualdade, para transformar e emancipar uma sociedade que passa a ter valores divinos de justiça e liberdade.


Os valores de pureza e castidade de Fátima Al Zahra, trazem um grande progresso social para as mulheres de todos os tempos, deixa para trás os valores de uma sociedade baseada em objetivos mesquinhos, que oferece diariamente a futilidade para as mulheres para servir a uma sociedade que no fundo se encontra misógina, (odeia as mulheres).


Hoje, tanto o imperialismo quanto o sionismo e wahabismo estão em oposição ao modelo de emancipação islâmica ou revolução islâmica pode trazer vários benefícios especificamente para mulheres.


O sionismo e o imperialismo visam impedir a tentativa de instalar um modelo social baseado na afeição mútua entre os seres pois o sionismo e do imperialismo são baseadas em dominação, exploração e destruição. Quando a sociedade incorpora os valores divinos o mundo escuro desaparece.

 
O Profeta Mohammad condenou a escravidão e o genocídio de meninas que eram enterradas vivas em Meca como uma coisa abominável e a proibiu.


Fátima (S.A.) certamente não foi apenas uma fonte de inspiração para os movimentos de libertação das mulheres, como foi a frente deles num momento em que as oportunidades não são dadas às mulheres. Foi seu pai que inaugurou a luta por uma causa que era tão ampla na justiça e ainda contempla o papel social das mulheres em uma sociedade baseada em valores divinos. Fátima (S.A.) a continuação de tudo o que nosso profeta acreditava. Carne de sua carne, sangue do seu sangue e mais do que isso, um símbolo da revolução que começou no Islã por justiça e liberdade.
 

Depois da partida do Mensageiro de Deus neste mundo, Fátima (sa) teve seu coração inconsolável ao final de sua vida, mas ela continuou a lutar até o último dia de sua vida. E as características de ter infinita paciência, coragem e valor. Ela herdou lições de seu pai.

 

Esta força foi associada a outra grande força pois teve como marido Ali "príncipe dos crentes" e seus dois filhos que cresceriam em meio a estes acontecimentos históricos que os tornariam não apenas heróis mas senhores e senhora do paraíso.


Formariam um núcleo cuja ideias cristalinas da revelação divina tinha mudado para sempre as suas vidas. Eles não se renderam ao ver a injustiça e a opressão.

 

As pressões sociais e políticas que sofreram Fátima e Ali depois da morte do Profeta iriam torná-los ainda mais experientes.Foram testado em têmpera das lutas de todas as batalhas e formados no calor de tantas, Fátima viu amigos de seus pais sendo perseguidos, mortos lutando em batalhas incansáveis.

 
Ela lutou por justiça social no seio da sociedade indo pessoalmente indagar a quem a iria roubar-lhe e usurpar seus direitos, quando Abu Bakr e Omar, decidiram confiscar suas terras para pastoreio em Fadak.

O Califado que foi instalado arrastando propriedades, a terra e o que mais poderia apanhar dos bens da própria família do Profeta, nem mesmo respeitaram o direito de herdar o que era de seu pai, foram lentamente quebrando as finanças que davam de comer a Fátima, Ali, Hassan Hussein ao ponto de até mesmo passarem fome.

 

A casa de Fátima foi transformada pela vontade de Deus em uma célula conspiradora de ação direta contra o governo que foi instalado, como consequência das injustiças cometidas pelos califas corruptos. Os acontecimentos da época estavam dando o sabor dos dias e seriam ainda mais duros.Um frio havia tomado as almas dos califas. Seus corações foram transformados em pedra. Eles tinham encontrado no Islã uma maneira de perpetuarem seus desejos do dúnia e abandonando a causa de Deus, sem nunca a ter talvez a entendida.

 

Fátima, por sua vez via que valia a pena lutar herdou isso de seu pai e não temia a morte. As palavras de seu pai sobre a morte e as de Ali , de que a vida eterna seria melhor do que esta , a confortava.Foi ela quem disse "Meu Deus! concedei-me a vida como você considerar apropriado e benéfico para mim, e me leve com você quando você considerar que a morte é melhor para mim "(Fatima Al Zahara).


Fátima permaneceu até o fim em defesa da justiça contra a opressão. Morreu em consequências dos confrontos quando os homens do califa que queria incendiar sua casa e queimá-la a pressionaram atrás de uma porta com firmeza até que as costelas foram quebradas. Ela estava grávida de seu filho Mohsen. Tamanha crueldade que não se pode chamar a esses homens de seres humanos.


Mais uma vez, a brutalidade quer destruir a flor.

 

Vida jovem, sangue mártir, coração puro a cair para a justiça.


Nós devemos entender o poder que Allah tem sobre a terra e que faz florescer a primavera uma e outra vez ainda que alguns perversos não queiram.


Escutem o barulho das espadas no ar e o trotar dos cavalos que chegam para trazer mais e mais crentes a batalha.

 

O exemplo de Fátima (S.A.) e todos Ahlulbait è um caminho infalível para a vitória final. As pessoas da casa do Profeta Mohammad, já estavam predestinadas a um drama cósmico que começou pela vontade de Deus e iria suspender suas vidas, mortais e divina, em uma atmosfera de eternidade. Seus filhos e netos e seus Imames, repetindo a saga da célula original, onde um dia Iman e pura nasceu uma mulher que personifica a saga da defesa dos valores da alma da essência divina, acima de valores do mundo.

 

 

Please reload

  • Twitter Clean
  • w-facebook
  • w-youtube
  • w-flickr