• Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
Follow Us
Search By Tags
Please reload

Recent Posts

Imamato e o Oitavo Imam Ali Al-Reda (as)

July 24, 2018

1/10
Please reload

Featured Posts

Existe vida após a morte e antes do Juízo Final?

November 20, 2017

EM NOME DE DEUS, O CLEMENTE, O MISERICORDIOSO. 

قوله تعالى كُلُّ مَنْ عَلَيْهَا فَانٍ وَيَبْقَىٰ وَجْهُ رَبِّكَ ذُو الْجَلَالِ وَالْإِكْرَامِ  - سورة الرحمن

 

Diz Allah, em O Clemente/Cap.55 vers.26 e 27: “Tudo quanto existe na terra perecerá. E só subsistirá o Rosto do teu Senhor, o Majestoso, o Honorabilíssimo.”

 

A visão islâmica do istmo, em árabe BARAZAKHA, é que a morte não é o fim, mas o recomeço de uma nova vida. Divide-se tanto para os Mártires, Virtuosos e Fiéis, quanto para os Ímpios, Opressores e Criminosos. E que a vida não termina com a morte. A alma, muda de um estágio para outro. Esta nova etapa é o que chamamos de istmo, quão seja, uma linha tênue que separa os dois mundos.

 

O Sagrado Alcorão nos traz 3 passagens muito importantes sobre este estágio: 

Diz Deus, em Cap. 55/O Clemente, vers. 19 e 20: “Liberam os dois mares, para que se encontrassem.  
 

Entre ambos, há uma barreira, para que não seja ultrapassada.”

 

Em outra passagem, agora no vers. 53 do Cap. 25/O Discernimento: “Ele foi Quem estabeleceu as duas massas de água; uma é doce e saborosa, e a outra é salgada e amarga, e estabeleceu entre ambas uma linha divisória e uma barreira intransponível.”

E também em Os Fiéis/Cap. 23 vers.100: “A fim de eu praticar o bem que negligenciei! Pois sim! Tal será a frase que dirá! E ante eles haverá uma barreira, que os deterá até o dia em que forem ressuscitados.”

 

Quanto a verdade do mundo da BARAZAKHA, é que pouco sabemos sobre ele, salvo o que os nobres versos alcorânicos e os Ahadith (que são os Ditos do Profeta Mohammad e de sua purificada linhagem), como os que veremos a seguir:

 

1 - A vida da BARAZAKHA é um estágio que medeia a vida do ser humano no mundo dos vivos e a outra vida. A nova etapa desta vida ascética, começa a partir do momento em que a alma do ser é capturada e retirada de seu corpo, o qual é sepultado e lá permanecerá até a chegada da HORA. 

 

2 – Um pré julgamento ocorrerá, pelos anjos escribas Munkar e Nakir (que a paz de Deus esteja com eles), avaliando as virtudes e pecados, praticados ou mesmo pensados. Se as virtudes pesarem mais, estes anjos tranquilizarão a alma, porém se o contrário pesar, a alma será torturada.

 

3 – Entretanto, Deus, Louvado O Altíssimo, nos revela que a BARAZAKHA será o estágio primordial da alma dos ímpios e dos criminosos, especialmente para os partidários do Faraó, como Deus nos revela no Cap. 40/O Remissório, vers. 46: 
“É o fogo infernal, ao qual serão apresentados, de manhã e à tarde; e no dia em que chegar a Hora, (Deus dirá): Fazei entrar o povo do Faraó, para o mais severo dos castigos.” A interpretação dos exegetas para este versículo é que os partidários do Faraó (ou todos os que são ímpios e criminosos) serão expostos ao fogo, pela manhã e pela noite até o Dia da Ressurreição. E que após a Ressurreição serão arrojados ao fogo onde sofrerão eternamente o pior dos castigos.

 

4 – E nos revela também, que a BARAZAKHA, será o aconchego dos Mártires, como no Cap. 2 /A Vaca, vers. 154: “E não digais que estão mortos aqueles que sucumbiram pela causa de Deus. Ao contrário, estão vivos, porém vós não percebeis isso.”  E noutra passagem, no Cap. 3/A Família de Imran, vers. 170, nos mostra como será a vida dos Mártires, apaziguados, felizes e alegres: “Estão jubilosos por tudo quanto Deus lhes concedeu da Sua graça, e se regozijam por aqueles que ainda não sucumbiram, porque estes não serão presas do temor, nem se atribularão.”

 

5 - O estado de bem-aventurança experimentado pelos crentes na vida da BARAZAKHA, apesar da sua importância e ser como o Jardim do Conforto (Naím) no paraíso, não atinge o nível destas bênçãos, bem como o tormento que os opressores e ímpios sofrerão, apesar de ser um castigo doloroso, não se compara com o que eles terão, após a Ressurreição, no Fogo Infernal.

 

6 - A condição da BARAZAKHA é compatível com o trabalho do ser, sendo justo, será bem-aventurado e se for  corrupto ou corruptor, sua vida neste estágio, será severa, e nesse caminho, temos a observação do Imám Jaafar As-Sadeq, 6º descendente linear do sexo masculino do Profeta Mohammad (que a paz de Deus esteja com os citados): “O sepúlcro tem conceitos diversos: é a casa da alienação, é a casa da crueldade, é a casa dos vermes, é a sepultura, é um dos Jardins Celestiais, é um dos Buracos Infernais.” 
(Extraído de Kitab al-Kafi, seção 3, pag. 242)

 

Desta maneira, o Alcorão Sagrado usa estas argumentações para nos mostrar que há uma outra vida além deste mundo, que hoje conhecemos. 

 

 

 

 

Além disto, os Ahadith (Ditos do Profeta Mohammad) sobre o versículo 100 do Cap.23/Os Fiéis, visto antes,  confirma que o "istmo" ou BARAZAKHA, é o estágio que separa o ser humano, desde o tempo de sua morte até o seu desterro quando ocorrer o Dia da Ressurreição.


Texto extraído do portal "islam4u.com" do Sheikh Sáleh Al-Kirbassi

Fonte Consultada: arresala.org.br 


Ahmad Safatli – Centro Cultural Islâmico Mohammad, Profeta de Deus – em Angra dos Reis, Sul Fluminense

Tags:

Please reload

  • Twitter Clean
  • w-facebook
  • w-youtube
  • w-flickr