Filhos de Hazrat Muslim bin Aqeel (a.s)



Muslim bin Aqeel (a.s) era primo e embaixador do Imam Husain (a.s). Quando o Imam Husain (as) recebeu milhares de cartas do povo de Kufa convidando-o a ir e governar sobre eles, o Imam enviou Muslim bin Aqeel como seu emissário para ir e avaliar a situação e relatar a ele. No entanto, para mostrar que estava indo em paz, o Imam Husain (a.s) disse a Muslim bin Aqeel para ir com seus dois filhos muito pequenos, Muhammad (de 10 anos) e Ibrahim (as)

Na captura e martírio de Hazrat Muslim bin Aqeel no dia 9 de Zul Hijjah, seus dois filhos foram levados ao cativeiro. Eles ficaram trancados nas masmorras até o dia 20 de Zul Hijjah, quando um guarda da prisão, ao ver os dois irmãos oferecendo diligentemente sua oração matinal e sabendo que eles eram da família do Imam Ali (as), os libertou.

Os dois meninos tentaram deixar Kufa para chegar até o Imam Hussain (as) e avisá-lo sobre a traição de Kufan. Porém, vendo que todas as estradas estavam bloqueadas, beberam água do rio Eufrates e, ao raiar do dia, escalaram uma árvore para se esconder. Uma mulher simpática os descobriu e os levou para casa para escondê-los. No entanto, seu marido Harith trabalhava para o governador tirano Ibn Ziyad, e ao descobri-los, ele primeiro os amarrou deixando-os como tais a noite toda, e então no dia seguinte ele os decapitou no rio.

Essas mortes trágicas são pungentes para nós, porque carregam muito significado e tragédia. Seu pai era um homem leal e corajoso ao Imam Hussain (as), e as próprias crianças, apesar de sua tenra idade, enfrentaram tantas dificuldades, mas permaneceram firmes e constantes. Seu único pedido antes do martírio era oferecer suas orações.

16 visualizações